08 de junho de 2018 às 02:00

Colagens de Ferreira Gullar, ópera de Strauss e mais cinco dicas culturais

[ILUSTRÍSSIMA CONVERSA]?Lilia Schwarcz

[ILUSTRÍSSIMA CONVERSA]?Lilia Schwarcz

Disponível em folha.com/ilustrissimaconversa a partir de seg. (11)

O novo episódio do podcast tem como convidada a professora do Departamento de Antropologia da USP. Na conversa com Uirá Machado, editor da Ilustríssima, ela falou sobre o livro “Dicionário da Escravidão e Liberdade” (Companhia das Letras), organizado em conjunto com Flávio Gomes, que reúne textos sobre o período escravista e seu enraizamento no cotidiano brasileiro.

[EXPOSIÇÃO]?Ferreira Gullar

Dan Galeria. (11) 3083-4600. De seg. a sex., das 10h às 19h; sáb., das 10h às 13h. De 11/6 a 14/7. Grátis.

Poucos anos antes de sua morte, em 2016, o poeta enveredou pelas artes plásticas, fazendo colagens em relevo que, segundo ele, nasciam do acaso, conforme recortava materiais de cores diversas. Os originais são exibidos pela primeira vez.

?[Ã"PERA]?O Cavaleiro da Rosa

Theatro Municipal. (11) 3053-2100. Sex. (15), ter. (19), qui. (21), sáb. (23) e seg. (25), às 20h; dom (17), às 18h. De R$ 40 a R$ 150.

O espetáculo de Richard Strauss é apresentado com direção cênica de Pablo Maritano e musical de Roberto Minczuk, maestro da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo. O enredo conta a história de um barão que se apaixona pelo amante de sua prima, ao encontrá-lo disfarçado de dama de companhia da moça. 

[TEATRO]?Pi â?" Panorâmica Insana

Teatro Novo. (11) 3542-4680. Sex. e sáb., às 21h; dom. às 18h. Até 29/7. De R$ 50 a R$ 70.

Bia Lessa dirige nova montagem com uma dramaturgia que transita entre artes plásticas, cênicas e dança. Os textos de Júlia Spadaccini, Jô Bilac e André Sant?anna abordam diversos temas da sociedade contemporânea. No teatro, cuja reforma ainda está inacabada, o elenco (Cláudia Abreu, Leandra Leal, Luiz Henrique Nogueira e Rodrigo Pandolfo) atua sobre 8.000 peças de roupa espalhadas em cena.

[MOSTRA]?Mínimo, Múltiplo, Comum

Pina Estação. (11) 3335-4990. De qua. a seg., das 10h às 17h30. Até 17/9. Grátis.

A exposição reúne cerca de 20 obras de seis artistas  nascidos ou radicados no Brasil, mas de diferentes gerações e heranças culturais: Amadeo Lorenzato, Chen Kong Fang, Eleonore Koch, Marina Rheingantz, Patricia Leite e Vânia Mignone. Boa parte dos trabalhos, que trazem em comum a figuração simples, quase abstrata, são inéditos ou foram pouco exibidos em São Paulo.

[MÚSICA]?Egberto Gismonti e Grazie Wirtti

Tupi or Not Tupi. (11) 3813-7404. Sex. (15) e sáb. (16), às 20h. R$ 350 (inclui jantar).

O expoente da música instrumental brasileira, que esteve recluso nos últimos anos, toca piano para a voz da jovem cantora carioca. O show, intimista e inédito, deve trazer um leque de clássicos brasileiros.

[LITERATURA]?Poesia Visual 5

Org. Alberto Saraiva e Terri Witek. Oi Futuro, Fioretti e Confraria dos Ventos. 224 págs. R$ 40.

Antologia traz textos de Wallace Stevens, clássico da poesia moderna, e de 20 poetas americanos contemporâneos. Entre eles, Laura Mullen e o porto-riquenho Urayoán Noel, que estarão no Rio para o lançamento do livro na sexta (15), às 19h, no Oi Futuro.

Fonte: FOLHA

comentários

Estúdio Ao Vivo