07 de junho de 2018 às 02:00

Conheça cinco labirintos para se perder no mundo

Conheça cinco labirintos para conhecer pelo mundo, do Brasil ao maior do mundo, na China.

Conheça cinco labirintos para conhecer pelo mundo, do Brasil ao maior do mundo, na China.

Labirinto dos jardins de Hampton Court, Inglaterra

Construído no século 17, é o mais antigo feito com cerca viva, segundo o "Guinness Book". Tem 800 metros de corredores e os visitantes levam, em média, vinte minutos para chegar ao centro dele. Fica nos jardins do palácio Hampton Court, em Surrey, e a entrada custa £ 19,20 (R$ 98)

Labirinto Patagônia, Argentina

Fica na província de Chubut e tem 2,2 quilômetros de corredores. Funciona só durante os meses de calor, entre dezembro e meados de março. Ele geralmente é percorrido em cerca de meia hora e o passeio custa 150 pesos por pessoa (R$ 20)

Labirinto das Borboletas Amantes, China

Considerado o maior em área pelo "Guinness Book", ocupa 33 mil metros quadrados e tem oito quilômetros de corredores. Inaugurou em 2015 e foi inspirado em um conto da mitologia chinesa, no qual um casal se transforma em borboletas. Fica em Ningbo, a cerca de duas horas de viagem de trem de Xangai. A visita sai por 90 yuan (R$ 52)

Labirinto Masone, Itália

Com três quilômetros de trilhas, fica nos arredores de Parma. Foi projetado pelo designer Franco Maria Ricci, inspirado em uma promessa que teria feito em 1977 ao escritor argentino Jorge Luís Borges, que era fascinado pela simbologia do labirinto. No seu centro há um hotel e restaurantes e a entrada custa ?18 (R$ 80)

Labirinto Clássico, Brasil

Fica dentro do parque Amantikir, em Campos do Jordão (SP), e tem 600 metros de corredores de cerca viva. O parque também tem outro labirinto com inspiração celta, com o caminho marcado por grama. A entrada custa R$ 40 para adulto

Fonte: FOLHA

comentários

Estúdio Ao Vivo